3 dicas do contador para o Black Friday

Black Friday chegando, os estoques estão sendo repostos e as perspectivas de lucro estão cada vez maiores, não é? Afinal, esse é o período mais rentável para as empresas, pois as conversões em vendas aumentam exponencialmente.

Entretanto, você sabia que há maneiras de otimizar os seus ganhos e gerar ainda mais lucros nesse período? Não estamos falando de nenhuma técnica ofensiva de vendas, mas sim sobre como o seu contador pode te ajudar a ganhar ainda mais no Black Friday.

Veja três dicas bastante poderosas para maximizar seus lucros no período mais aguardado do varejo!

1.      Reveja os seus preços

Essa pode parecer uma dica mais voltada à gestão interna de seu negócio. Também, pode parecer um aviso, para não cair naquele malfadado apelido que o Black Friday recebeu, que é o de “Black Fraude” e tudo mais. Realmente, esse evento, principalmente no Brasil, caiu em descrença.

Isso porque, muitos lojistas não absorveram a real intenção do Black Friday, que surgiu nos Estados Unidos. A ideia original, de vender produtos com preços bem abaixo do habitual, não foi seguida à risca em território brasileiro, o que ocasionou um desânimo por parte dos consumidores.

Entretanto, se você é um lojista sério e interessado no real lucro que pode ter com o Black Friday, precisa saber que, mesmo praticando preço abaixo do normal, ainda é possível lucrar. Com isso, você garante a qualidade do seu serviço e agrada os consumidores, que entenderão que a sua iniciativa foi válida.

Para tanto, você pode pedir ajuda ao seu contador. Baixar preços de um produto envolve uma série de questões, que vão desde o marketing proposto, até o risco de colocar a saúde financeira de sua empresa em risco. Portanto, antes de alterar os valores que você vai propor no Black Friday, tire um tempinho com o seu contador.

Ele, mais do que ninguém, tem uma visão global sobre o custo de cada produto e, principalmente, sobre o impacto que o mesmo tem em suas finanças. Por isso, o contador poderá te ajudar a encontrar o ponto de equilíbrio perfeito.

2.      Cuidados fiscais

Não é porque é Black Friday, que você pode abrir mãos dos cuidados com tributação. Senão, recaímos na questão da fraude – dessa vez, de modo real e não metafórico. Como o fluxo de vendas tende a aumentar grandiosamente nesse período, é fundamental que o seu setor contábil esteja preparado para absorver o impacto.

Estamos, nesse momento, nos referindo às Notas Fiscais. Se as compras são rápidas e os envios quase que imediatos, é necessário que o contador esteja pronto para acompanhar esse dinamismo. Verifique se a contabilidade de sua empresa está em ordem antes mesmo de iniciar as campanhas de Black Friday e, caso não estejam, corrija o necessário.

3.      Faça uma gestão otimizada de seu estoque

Veja bem, já falamos algumas vezes de como o contador é fundamental para a gestão eficiente de seu negócio. Isso porque a sua visão é global sobre a empresa, incluindo todos os ativos que a compõem. Entre eles, está o estoque. Dificilmente alguém terá maior conhecimento sobre a quantidade de produtos que você tem estocado, do que o próprio contador.

Portanto, faça uma análise conjunta com ele, a fim de identificar quais são as reais condições de você oferecer determinado produto em uma promoção do tamanho do Black Friday. Afinal, nada é mais frustrante para o consumidor final, do que comprar um item e depois receber a notificação de que o estoque acabou.

Entre em contato com a ArtSeven Contabilidade e veja mais opções que podem influenciar o seu sucesso no Black Friday!

Deixar um Comentário