Balancete: o que é e por que você deve usar essa ferramenta?

Uma das ferramentas mais importantes para manter a contabilidade de sua empresa em ordem, é o balancete. Isso porque, ele te ajuda a controlar a entrada e saída de capitais de seu empreendimento, de modo a manter organizado a gestão financeira do mesmo.

Sendo assim, ter um contador para fazer esse levantamento é fundamental. Afinal, ninguém melhor que ele para gerar os parâmetros de receita. Consequentemente, te ajudar a compreender onde a sua empresa está tendo dificuldades financeiras e, principalmente, como saná-las.

Vamos aprender um pouco mais sobre a importância de um balancete e como mantê-lo em sua rotina pode favorecer a lucratividade de sua empresa.

O que é balancete?

Dentro da gestão financeira de uma empresa, algumas ferramentas são utilizadas. Provavelmente, você já deve ter se deparado com alguns desses nomes: balancete, balanço patrimonial, DRE… Enfim. São muitos os recursos que podem te auxiliar na organização financeira e contábil. Entretanto, cada um tem uma função bastante específica.

Entre eles, está o balancete. Tal qual o nome diz, o balancete é uma versão mais enxuta e pontual do balanço patrimonial. Enquanto o último é feito em prazos mais longos (geralmente, de modo anual), o balancete tem a função de demonstrar a movimentação financeira em espaços de tempos reduzidos.

O balancete não é um documento obrigatório, em termos fiscais. Entretanto, ele te ajuda a entender como o dinheiro entra e sai. Por isso, ele pode ser aplicado diariamente, semanalmente, quinzenalmente e até mensalmente, dependendo do fluxo financeiro da empresa.

No balancete estão demonstradas todos os saldos e as contas da empresa dentro de determinado período. Basicamente, ele determina se as entradas e as saídas da empresa estão em equilíbrio, não havendo perdas excessivas ou ganhos fora de proporção.

Com ele, os gestores conseguem identificar quais são as áreas mais rentáveis da empresa e quais são as que necessitam de maior atenção. Além disso, também conseguem verificar se as metas propostas estão sendo cumpridas, além de ter um contínuo monitoramento sobre os rumos do negócio.

A importância do balancete em uma empresa

O uso do balancete tende a demonstrar como se deu a movimentação financeira do período. Com isso, você consegue ter uma visualização mais completa sobre quais foram as áreas com maiores gastos (até mesmo excessivos), quais foram ações desnecessárias e, principalmente, como ficou o seu caixa, após essas movimentações.

Sendo assim, o balancete é fundamental para encontrar e aperfeiçoar a gestão financeira de sua empresa. Com ele, é possível manter a saúde das finanças de seu empreendimento e reorganizar as áreas de atuação.

A funcionalidade do balancete

No balancete estão demonstrados os ativos e passivos da empresa. Os ativos são os valores reais, que podem ser considerados patrimônios que, em caso de necessidade, se tornam líquidos. São os bens e direitos de uma empresa, que geram, em suma, dinheiro para a empresa.

Já o passivo é tudo o que corresponde às obrigações devidas pelo empreendimento. Portanto, enquanto ativo é o que a empresa “tem”, o passivo são as obrigações que ela “deve”. Contanto todos os ativos e passivos, o ideal é que a empresa apresente, no saldo final, uma base idêntica.

Isso significa que, o saldo resultante do balancete, deve ser igual. Ou seja: as entradas (ativos), devem representar o mesmo que as saídas (passivo). Por isso o balancete é tão importante. Se você tiver um saldo desigual, é um indicativo de que a contabilidade da empresa está agindo de modo incorreto.

Como os balancetes são gerados em pequenos espaços de tempo, a correção é feita sem maiores prejuízos à empresa. Se você está tendo dificuldades em organizar o seu balancete e precisa de orientação nesse sentido, entre em contato com a ArtSeven Contabilidade. Teremos grande prazer em te ajudar.

Deixar um Comentário