O QUE PRECISO PARA ABRIR UMA ME?

Algumas pessoas ainda confundem abrir uma ME com MEI. Mas é de suma importância saber as diferenças entre elas antes de abrir a sua empresa.

Basicamente, MEI – Micro Empreendedor Individual é uma opção barata, mas limitada de Micro empresas. Nela você pode apenas ter um colaborador e um lucro de até 60mil reais por ano.

Já a ME – Micro Empresa, não tem limites de funcionários contratados, mas seu lucro anual tem de ser entre 60.000,01 e 680.000,00 reais.

Se você já identificou mais com a segunda opção, vamos mostrar neste artigo quais os documentos necessários e quais passos seguir para abrir sua ME.

 

 

Quais documentos são necessários para abrir uma ME?

Por se tratar de uma empresa sem limites de contratação e apenas limite de lucros existe alguns encargos que você precisa tomar nota além dos documentos exigidos para a abertura do mesmo.

Para ME existem oito impostos que são tributados ao empresário. São eles:

  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)
  • Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)
  • Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/PASEP)
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Imposto Sobre Serviços (ISS);
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS);
  • Contribuição Previdenciária Patronal (CPP);
  • Ao optar pelo simples nacional os impostos são gerados em uma única DAS.

 

Então a dar início ao registro, serão necessários os seguintes documentos:

  • RG
  • CPF
  • Comprovante de Residência
  • Titulo de Eleitor
  • Comprovante do Ponto comercial se for diferente da sua residência
  • Última Declaração de Imposto de Renda
  • Nome Fantasia da Empresa
  • Atividades que serão exercidas pela empresa

 

Assim que tiver todos os documentos listados acima em mãos, é hora de registrar como Empresário Individual na junta comercial da sua cidade, através do preenchimento do requerimento.

Após isto feito, lembre-se de conferir todas as informações para não haver nenhum tipo de erro. Então, estando tudo ok, basta transmitir o mesmo para a junta da sua região.

E é só fazer a inscrição ao CNPJ. Se sua empresa for comercial ou industrial, lembre-se de se inscrever na Secretaria Estadual da Fazenda como contribuinte do ICMS.

Se por acaso sua empresa for de prestação de Serviços, terá de então fazer sua inscrição junto a Secretaria de Finanças ou Secretaria da Fazenda da prefeitura em sua cidade.

A próxima inscrição será na Caixa Econômica Federal, para o FGTS.

Então, novamente junto à prefeitura, tem de ser solicitado o Alvará de Funcionamento.

 

E agora?

Agora, se você ainda está com dúvidas ou não que se arriscar fazer todo esse procedimento sozinho ou com alguém que não confie, conte com a gente para fazer isso pra você!

Somos uma equipe especializada e bem treinada para fazer o melhor por você e sua empresa.

Desde o início até o acompanhamento dos envios de Imposto de Renda.

Se quiser apenas saber como funciona e tirar suas dúvidas, estaremos honrados em te responder.

É só clicar aqui.

 

Deixar um Comentário